O CPF consiste na inscrição no cadastro de pessoa física do Ministério da Fazenda.

O número do CPF auxiliará o imigrante em diversos trâmites tais como: abertura de conta bancária; contratação de serviços, como por exemplo telefonia; aquisição de produtos e no ajuste anual do imposto de renda – IRPF, dentre outros.

 

Possuo autorização de residência no Brasil com vínculo laboral (CLT). Sou obrigado a emitir o CPF?

Sim. O CPF é um documento imprescindível para a regularização do imigrante que venha ao Brasil com o objetivo de estabelecer residência por um longo período, principalmente, quando irá desempenhar atividades profissionais por um longo período.

 

Preciso emitir um número de CPF a cada nova autorização de residência ou visto?

Não. Uma vez emitido um número de CPF, ele permanecerá sempre o mesmo. Se o imigrante permanecer por um longo período fora do Brasil, ao retornar, poderá ter que regularizar seu número de CPF para continuar a utilizá-lo.

 

Vou morar no Brasil por um longo período com minha família. Preciso emitir CPF para todos eles?

Provavelmente sim. Principalmente para contratação de certos tipos de serviços e declaração do imposto de renda.

Ressalta-se que mesmo no caso de o imigrante possuir filhos menores de idade, ele deverá informar o CPF deles na declaração do imposto de renda.

 

Vou viajar para o Brasil com visto de visitante por um curto período. Preciso de CPF?

Não.

 

A Receita Federal me entregará algum cartão de plástico com o número de inscrição no CPF?

Dede junho de 2011, a Receita Federal deixou de emitir cartões de plástico com número de inscrição no CPF. No ato da emissão do número, o requerente recebrá um papel impresso, em formato de cartão, com o número do CPF.

Para melhor comodidade, sugerimos que o requerente imprima esse papel e o plastifique para apresenta-lo, quando solicitado.

Entre em contato conosco:

Tel: +55 (21) 2588-8051
Pelo e-mail: comercial@jdimmigration.com.br ou através do preenchimento do formulário abaixo: